Boletim

Edição Atual

As ameaças da carne

Alimentar cães com carne crua, hábito cada vez mais adotado por tutores, pode aumentar em até 28 vezes o risco de contaminação por bactéria que ameaça também o ser humano. A conclusão é de estudo inédito desenvolvido por pesquisadores da Escola de Veterinária em residências de Belo Horizonte. O trabalho revelou, por exemplo, que três bactérias encontradas nas fezes dos animais que ingerem carne crua mostraram-se multirresistentes à ação de antimicrobianos.

Ver edição completa